PROFESSORES

Conheça nosso time especial de professores

O Núcleo FAC conta com uma equipe muito especial de professores colaboradores. Profissionais extremamente competentes que primam pelo prazer e generosidade no ato de trocar experiências com nossos alunos.

Alexandre Lopes

Alexandre Lopes trabalha com produção de imagem, especialmente Fotografia, desde 1985. Atualmente como Freelancer, fornece para instituições diversas, material visual. No setor educativo mantém propostas diferenciadas de cursos, oficinas e palestras, sempre com referências à fotografia e a sua história até as atuais tendências de mercado. Como discente, leciona para cursos em graduações como: Publicidade e Propaganda, Jornalismo, História, Design Gráfico, Design de Moda. É formado pela Escola de Design da UEMG e cursou pós-graduação em Artes Plásticas pela Escola Guignard. Desenvolve projetos pessoais com a utilização exclusiva de fotografia analógica, com diferentes formatos, processos e suportes. 

Foto: autorretrato

Foto: Fabiana Paixão

André Sena

André Sena é fotógrafo/engenheiro/educador. Graduado em Engenharia Eletrônica, uniu a engenharia com a fotografia na sua dissertação de mestrado em Engenharia Elétrica abordando o processo de marca d'água digital invisível para imagens coloridas impressas como mecanismo de proteção de direito autoral. Devido a sua formação acadêmica, desenvolveu um fascínio sobre o aspecto técnico da imagem digital, aprofundando no gerenciamento de cores e em estratégias de backup.  Possui domínio total sobre seu fluxo de trabalho com gerenciamento de cor, até mesmo produzindo suas próprias impressões fine art. Sua fotografia se concentra em paisagens e relâmpagos. Lecionou na última década no ensino superior na engenharia e na fotografia, tomando paixão pelo ensino. Com isso, continua seu papel de educador ministrando cursos e realizando consultorias para fotógrafos e criadores de conteúdo digital.

Beto Eterovick

Biólogo de formação, mineiro de Belo Horizonte, Beto Eterovick é fotógrafo e trabalha há quase 20 anos no mercado de Minas Gerais, principalmente. Participou de diversas exposições coletivas em Minas Gerais e mostras de fotografia. Atua no mercado publicitário e eventos, principalmente no ramo da fotogastronomia. Seu trabalho autoral gira em torno da cultura, natureza e pessoas das regiões brasileiras. É sócio fundador do Coletivo CultivArte, atuando nas artes visuais e projetos de produção de exposições, mostras fotográficas, entre outras. Participou de 2 residências artísticas em aquarela com o artista Rubens Matuck e cursou a extensão em aquarela livre da Faculdade Guignard no ano de 2017. Nos últimos anos tem dedicado seu trabalho autoral aos estudos e ensaios sobre o campo das artes visuais, aquarela e fotografia.

Foto: Alexandre Lopes

Cyro Almeida

Cyro Almeida (Araxá-MG, 1984) é artista visual, fotógrafo e mestre em comunicação social. Como realizador e pesquisador, interessa-se pela vida urbana e as dinâmicas com o outro na construção da imagem fotográfica. Na série Deslimites da memória (2019) dedicou-se, em coautoria com Mestre Júlio Santos, à figuração de jovens e adolescentes da atualidade, utilizando a tradicional técnica da fotopintura. Por sua pesquisa sobre o território nas periferias de Belém do Pará foi contemplado com o XV Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia (2015). Realizou a mostra individual Dandara (2014), no Palácio das Artes, fruto de sua vivência na ocupação urbana de mesmo nome em Belo Horizonte. Publicou os livros Pequena rota do insuspeitável (2017) e Dandara (2014). Vive em Belo Horizonte.

Foto: Débora Flor

Foto: Guto Muniz

Daniele Avila Small

Daniele Avila Small (Rio de Janeiro, 1976) é Doutora em Artes Cênicas pela UNIRIO, Mestra em História Social da Cultura pela PUC-Rio e Bacharel em Teoria do Teatro pela UNIRIO. É autora do livro O crítico ignorante – uma negociação teórica meio complicada (Editora 7Letras, 2015). Foi diretora artística do Teatro Gláucio Gill em 2011 e 2012 com Felipe Vidal na Ocupação Complexo Duplo, projeto indicado aos Prêmios Shell e APTR. É idealizadora e editora da revista Questão de Crítica (www.questaodecritica.com.br). Foi curadora dos Olhares Críticos, eixo reflexivo da MITsp entre 2018 e 2020. Em 2017, dirigiu Há mais futuro que passado – um documentário de ficção, que segue em circulação e teve o texto publicado pela Editora Javali. Em 2018, integrou as equipes de curadoria do FIT BH 2018 – Festival Internacional de Teatro de Palco & Rua de Belo Horizonte, da 6ª edição da Janela de Dramaturgia (CCBB-BH) e da seleção local do FIAC – Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia.

David Aguilar

David Aguilar é Bacharel em História pela UFMG, tendo mais de 30 anos dedicados ao ensino da fotografia. Fotógrafo, artista plástico, aquarelista e gravurista. Fotógrafo em "Estúdio 300" de 1985 a 2015.
 

Ao longo da carreira, desenvolveu diversos cursos como "O Portrait Pictorialista"; "Processos Alternativos em Fotografia"; "Arte e Desenvolvimento da Mente Criativa"; "Interferências Pictóricas na Impressão Fine-art", dentre outros. 

Foto: Autorretrato

Dúnya Azevedo

Doutora em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com período sanduíche na Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne (Paris/França); é mestre em Design pela Escola Superior de Desenho Industrial (ESDI/UERJ); possui graduação em Comunicação Social (PUC/MG). Tem experiência profissional na área de Comunicação com ênfase em Design Editorial e Fotografia. É professora universitária há quase 20 anos e atualmente leciona na Fundação Mineira de Cultura nos cursos de Mestrado em Estudos Culturais, Jornalismo, Publicidade e Propaganda. É componente do grupo de pesquisa do CNPQ: "Comunicação, Cultura e Mudança Social" e sua pesquisa atual está voltada para os regimes de sentido da imagem fotográfica e as relações entre arte, documento e memória.

Foto: Luiza Azevedo

Flávia Peluzzo

Formada em Artes Visuais pela UFMG, Flávia Peluzzo é bacharel em gravura com formação complementar em fotografia. Especializou-se em tratamento de imagens e restauração digital. Leciona o curso de photoshop do Centro de Extensão da Escola de Belas Artes da UFMG desde 2012. Atuou como professora na Escola de Imagem por 4 anos,  trabalhou em mais de 30 edições da revista Harper´s Bazaar Brasil e com tratamento de imagens e impressão digital Fine Art no estúdio Artmosphere. 

 

​Certificada pela Adobe Certified Expert em Photoshop CC, atualmente leciona cursos livres no espaço cultural Núcleo FAC e atua como freelancer de tratamento de imagens para estúdios, fotógrafos e artistas. 

Foto: Luiz R. Cerqueira

Gabriela Sá

Gabriela Sá é artista-pesquisadora, curadora, desenhista de expografias e produtora de exposições de arte contemporânea. Atualmente é arte-educadora no Desembola na Ideia, projeto de atenção psicossocial que combina arte e psicanálise no atendimento a jovens em situação de vulnerabilidade. Desenvolve trabalhos autorais em diversos meios, tendo participado de exposições em Belo Horizonte, Juiz de Fora e Leeds (UK).

 

Mestra em Artes pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), tem interesse pela imagem, seja ela estática ou em movimento e suas pesquisas mais recentes perpassam os temas da memória e do esquecimento, da história e da ficção, do real e do imaginário, todos por meio do arquivo e suas lacunas. 

Foto: Ícaro Moreno

Gelka Arruda

Doutora e mestra em Estudos do Lazer (Educação e Cultura) pela UFMG, graduada em Artes Plásticas pela Escola Guignard (UEMG) e em Publicidade e Propaganda pela PUC Minas. Ministrou disciplinas no curso de Pós-Graduação em Fotografia (Técnica, Linguagem e Mídia) no Centro Universitário UNA.Membro da equipe realizadora da Semana da Fotografia de Belo Horizonte e do grupo Núcleo Imagem Latente, responsável pelo Pinhole Day em Belo Horizonte. Artista e pesquisadora, seu trabalho se concentra na interrelação entre discurso, corpo e imagem.

Foto: Tibério França

Gui Machala

Gui Machala é professor de fotografia na Escola de Belas Artes (cursos de extensão UFMG), na Casa de Cultura e no Espaço de Cultura e Arte. Foi professor na Escola de Imagem e coordenador de ensino no Espaço 422.

 

É fotógrafo de concertos e retratos na Fundação de Educação Artística e sócio na Unio Fotografia.

Foto: Natávia Machala

Guto Muniz

Como fotógrafo, atua há trinta e dois anos em projetos culturais. Foi responsável pela cobertura de diversas edições de importantes eventos das artes cênicas mineiras, como o FIT-BH, Festival Internacional de Teatro de Bonecos, Festival Mundial de Circo, Encontro Mundial das Artes Cênicas, Mostra Internacional de Solos e Duos, Horizontes Urbanos, Fórum Internacional de Dança, dentre outros. Criador da Foco in Cena, empresa dedicada a projetos fotográficos, culturais e educacionais. Como professor, ministra disciplinas de fotografia em diversos cursos de graduação e pós-graduação de Belo Horizonte. Criou e coordenou o curso “Fotografia, Arte e Cultura”, integrante do Programa de Desenvolvimento Profissional da PUC Minas.

Foto: Beto Eterovick

Henrique Ribas

Especialista na área de tratamento de imagens e produtividade em fluxo de trabalho para a fotografia. Único Brasileiro na equipe de testes e desenvolvimento do Adobe Photoshop Lightroom, desde 2010 e faz parte do seleto grupo de Certificados Adobe Expert.

Palestrante dos principais congressos do Brasil de fotografia, foi coordenador na Escola de Imagem, professor nos cursos de pós-gradução da PUC Minas e Centro Universitário UNA e desde 2016 faz parte do time do Núcleo FAC.

Foto: Rodrigo Bressane

Ícaro Moreno

Mestre em Artes Plásticas, especialista em História da Cultura e da Arte e graduado em Comunicação Social (Jornalismo). Trabalha como artista visual, tendo exposto em mostras nas cidades de Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), Tiradentes (MG), Paraty (RJ), Araras (SP) e Teresina (PI). Professor na PUC-MG em 2019 (pós-graduação em História da Arte), no INAP entre 2016 e 2017 (Design Gráfico), no UNI-BH em 2015 (Fotografia), na UNA também em 2015 (pós-graduação em Fotografia), além de ter ministrado cursos livres sobre fotografia pelo CENEX EBA-UFMG desde 2013 e pela Escola de Imagem desde 2007. Foi o representante do setor de Artes Visuais, no mandato 2013/2014, na Comissão Municipal de Incentivo à Cultura (CMIC), órgão que delibera e julga os projetos de Lei de Incentivo à Cultura (LMIC) na cidade de Belo Horizonte.

Foto: Rafael Sandim

Foto: Ciro Thielmann

Léo Drumond

Formado em Design Gráfico pela UEMG. Atuou na Agência 1° Plano e no Jornal Hoje em Dia como repórter-fotográfico. Em 2003 fundou, ao lado de Bruno Magalhães e Marcus Desimoni, a NITRO Histórias Visuais.  Em 2005 participou da primeira turma de trainees de fotografia do jornal Folha de São Paulo. Em 2007 foi o vencedor do prêmio Banco do Nordeste, na categoria mídia impressa-foto. Neste ano realizou seu primeiro grande projeto autoral: o Beira de Estrada, no qual percorreu 25 mil quilômetros de estradas mineiras, documentando todo universo do entorno das rodovias. O projeto virou livro e exposicão e foi lançado em março de 2010. Entre 2009 e 2001 percorreu o Rio São Francisco em busca dos “Chicos”, projeto em parceria com o jornalista Gustavo Nolasco. Os Chicos, lançado no fim de 2011, ganhou o Prêmio Jabuti de Melhor Livro de Fotografia. A exposição do projeto circulou por Tiradentes, Uberlandia e Belo Horizonte. Em 2013 e 2014 realizou, como professor e editor, 6 edições da publicação ND, revista educacional que é fruto de workshops realizados em festivais de fotografia. Atualmente desenvolve o Projeto Voz, série de iniciativas ligadas à comunicação que acontecem dentro de unidades prisionais.

Luiz Padilha

Panoramista autodidata, trabalhando com panorâmicas desde 2007, colaborador do site 360 Cities, sendo considerado pelo site como expert.

Responsável pelo mapeamento imersivo de projetos arquitetônicos, patrimoniais e culturais, como o 1º tour virtual do Memorial Minas Gerais Vale, no circuito cultural Praça da Liberdade, dentre outros. Realiza ainda inúmeros registros imersivos de estabelecimentos comerciais e coberturas imersivas de cerimônias.

Foto: Autorretrato

Luiz Rodrigo Cerqueira

Luiz Rodrigo Cerqueira é sócio da Artmosphere Fine Art. Fotógrafo especializado em reprodução digital para papéis de belas artes, técnico em colorimetria e gerenciamento de cores.

 

Ao longo de sete anos se consolidou em consultoria, restauração e tratamento de imagens digitais. Imprimiu mais de 200 exposições de médio e grande porte de obras de artistas nacionais e internacionais.

Foto: Flávia Peluzzo 

Márcia Charnizon

Márcia Charnizon, graduada em Comunicação Social pela PUC/MG, começou a fotografar em 1983 e desde então tem a fotografia como ofício e meio de expressão.

Seu  trabalho de retratar a vida e os rituais de famílias é reconhecido e foi premiado de 2010 a 2013 com o Px3 – Prix de la Photographie Paris e Top Knots 2010.

Em 2013 seu projeto Memorabilia da Casa do Azevedo recebeu o XIII Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia.

Foto: Autorretrato

Foto: Daniel Gouvea

Marilene Ribeiro

Artista visual, ecóloga e pesquisadora. Atua na interface fotografia, intervenção e colaboração, com foco em assuntos contemporâneos, meio ambiente e identidade. Co-fundadora e membro do coletivo Agnitio – Intervenção através da Fotografia, projeto que utiliza a fotografia como ferramenta para a cidadania em comunidades de Minas Gerais. Membro do Instituto Biotrópicos (Brasil), entidade focada na conservação da biodiversidade e na relação ser humano-natureza. Editora de fotografia e colaboradora do projeto coletivo Voices of Latin America (organizado pelo Latin America Bureau - LAB, Inglaterra). Colaboradora do Fast Forward: Women in Photography, coletivo internacional que visa afirmar a participação ativa de mulheres fotógrafas na história da fotografia e estimular e aprimorar o conhecimento entre fotógrafas de várias partes do mundo. Doutorado - Artes Criativas/Fotografia, University for the Creative Arts (UCA), Reino Unido. Mestrado - Programa de Pós-graduação em Ecologia, Conservação e Manejo de Vida Silvestre, Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil. Prêmios e trabalhos selecionados: Arles Luma Rencontres Dummy Book Award (2019). Mostra SESC de Cinema (2019). Mostra de Cinema Feminista (2019). Circuito Penedo de Cinema (2018). Marilyn Stafford FotoRepotage Award (2017). Paraty em Foco - Portfólio e Multimídia (2015). The Royal Photographic Society Award (2014). Programa Internacional de Residência Artística LabMIS, Museu da Imagem e do Som - MIS (2012). Prêmio ESSO de Jornalismo (regional centro-oeste) (2010). Prêmio Leica-Fotografe (2009).

Foto: Autorretrato

Nereu Jr.

Fotojornalista Paranaense radicado em Minas Gerais, especializado em coberturas corporativas, festivais culturais, fotografia de artes e espetáculos, retratos editoriais e de natureza e Instrutor de fotografia e fluxo digital. Pedagogo e Designer Instrucional pela UFMG, Pós-Graduado em Fotografia e Imagem em Movimento pela Universidade Positivo (PR). Em sua atuação como como Repórter Fotográfico, destacam-se publicações em várias mídias impressas e virtuais nacionais e internacionais (Reuters, AP, Getty Images), Revista Encontro, Editora Abril, agências Fotoarena e Pulsar Imagens. Participou de dezenas de exposições coletivas e obteve Menção honrosa - WINNER OF PX3, Prix de la Photographie Paris - (2015), no 3º Concurso Fotográfico Você nos Trilhos (2013) e no concurso "Eu sou o melhor em campo" - Nikon/DOC Galeria – 2014. Também integrou a exposição "13 vezes FIT" em cartaz no Memorial Minas Gerais/VALE. Sua primeira exposição individual foi inaugurada no Mercado Central em Belo Horizonte em Setembro de 2018, mostrando a poética do Grande sertão:Veredas de Guimarães Rosa, associada à gastronomia sertaneja.

Paula Huven

Paula Huven é fotógrafa, artista e pesquisadora. Mestre em Arte Contemporânea pela UERJ e doutoranda pela EBA/UFMG. Recebeu o Prêmio Funarte Mulheres nas Artes Visuais (2013) e finalista nos Prêmios Conrado Wessel; PhotoVisa Russia; Pierre Verger e Diário Contemporâneo.

Atuou como fotojornalista na Folha de S. Paulo; O Globo; O Tempo e Estado de Minas. Atualmente, além da pesquisa e da prática artística, dedica-se ao ensino.

Foto: Fabian Remy

Pedro David

Brasileiro, nascido em Santos Dumont, MG, em 1977, formado em jornalismo em 2001 pela Puc-Minas. Cursou pós graduação em artes plásticas e contemporaneidade na Escola Guignard – UEMG, em 2002. Dedica-se a interpretar, através de diversas vertentes da fotografia, as relações entre o homem e seu ambiente, através de fotografias impressas em diversos formatos, livros de artista, e mais recentemente, esculturas em bronze. Publicou os livros 360 Square Meters (Blue Sky Books, 2015), Fase Catarse (Fundação Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte, 2008), O Jardim (Fundação Cultural do Estado da Bahia, 2012), Rota Raiz (Tempo D’Imagem, 2013) e Paisagem Submersa (Cosac Naify, 2008) Participa de coleções de arte privadas e públicas, dentre elas: Bibliotèque Nacionale de France – Paris Museu de Arte do Rio – MAR – Rio de Janeiro, Coleção Pirelli - Masp - São Paulo Coleção Joaquim Paiva – MAM – Rio de Janeiro, desde Musée du Quai Branly – Paris – França Museu de Arte Moderna de São Paulo.

Foto: Autorretrato

Rafael Neumayr

Advogado e ator profissional. Sócio da Drummond & Neumayr Advocacia. É Presidente da Comissão de Direito do Audiovisual, da Moda e da Arte da OAB/MG, membro da Comissão de Propriedade Intelectual da OAB/MG e membro da Câmara da Indústria do Audiovisual de Minas Gerais/FIEMG, além de professor de direito em cursos de pós-graduação. É coordenador e coautor do livro “Direito e Cultura: Aspectos Jurídicos da Gestão e Produção Cultural”. Suas áreas de atuação são direito do entretenimento, direitos autorais, direito marcário, concorrência desleal, direito do audiovisual, direito da moda e direito das artes.

Foto: Atos Guedes

Tibério França

Tibério França é fotógrafo especializado no uso do Grande Formato pelo Istitutto Europeo di Design (Milão/Itália) e atuou no mercado editorial e publicitário entre o final dos anos 1980 e toda a década de 1990. A partir dos anos 2000, passa a dedicar-se ao ensino da fotografia, lecionando na Escola Guignard/UEMG, PUCMinas e na pós-graduação da UNA. Em 2003 abre a Primeira FotoGaleria de Belo Horizonte, espaço que buscou privilegiar o entendimento da fotografia como meio e forma de expressão poética e sua interface com o público, tendo realizado diversas exposições, debates e lançamento de livros. É produtor cultural e curador independente, organizando, realizando e participando de exposições e festivais em Minas Gerais e Bahia.

Foto: Alexandre Lopes

Registre-se no nosso site

Assine nossa newsletter e fique por dentro de nossas novidades

Rua Michel Jeha, 142A - São Bento - Belo Horizonte | MG
Whatsapp: (31) 99309-2978 | email: fac@nucleofac.com.br

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube